©


Eu disfarço muito e quase ninguém percebe. Tem um monte de gente por aí que acha que me conhece o suficiente. Outros tantos acham que sabem o bastante sobre a minha vida. Entra no meu mundinho quem eu deixo. Acho que a gente não deve escancarar a vida, tem coisa que é só nossa e de mais ninguém. Quanto mais a gente dá liberdade para os outros mais eles se sentem no direito de se intrometer e meter o bedelho. Não gosto, pois da minha vida cuido eu. Clarissa Corrêa
Mas olha só como estamos. Você aí e eu aqui, dois fragmentos que poderiam ser somados. Eu sinto saudades de tudo um dia fomos, e do que poderíamos ter sido, das horas perdidas no meio da tarde, de ciúmes tolos que completavam o dia, de suas palavras reconfortantes. Olha só, você tá satisfeito? Você aí, e eu aqui.
Mark Hr.  (via recontador)
Acho que eu não poderia levar a vida de uma maneira mais complicada. Acabo adorando quem me ignora. Ignoro quem me adora. Amo quem me machuca e machuco quem me ama. Complicada? Não digo que seria essa a expressão correta para me descrever, talvez seja maluca.
Mas está faltando amor. (via filosofo-do-futuro)
Por isso, sou a favor do jogo limpo. Se alguma coisa te machucou te feriu, diz. Se alguma coisa ficou entalada na garganta, gospe. Se alguma coisa ta encomodando, ta te apertando, tira. A vida fica mais simples assim.

Sentimento louco, amor bem profundo. Acho que vou desligar-me desse mundo, ates que enlouqueça esse meu coração.

Metades não me satisfazem.


theme: cerejadosundae. +
»